Dicas para um café delicioso!

Vai chegando o frio e nada melhor que um café pra esquentar, não é?

E pra que o seu café fique sempre bem delicioso, separamos 4 dicas fáceis que você pode seguir:

1. O café deve ser consumido na hora em que é coado e nunca ser reaquecido, como acontece nas cafeteiras elétricas.

2. A água não pode passar mais de uma vez sobre o mesmo pó. Por isso, jogue-a bem no centro do coador. Jogar água na borda do coador significa fazer a bebida da borra do café, com muita cafeína e gosto de queimado.

3. Depois de aberto, o café não precisa ficar na geladeira. O que o estraga é o contato com o oxigênio, luz e calor excessivo. É mais importante colocá-lo num pote bem vedado do que em ar refrigerado.

4. A proporção clássica de pó para água é de 10ml de água para 1g de café – ou 30g de café para um copo comum de água.

Dicas retiradas do site Tutomania e imagem do We heart it

Canecas poéticas

Mais um post sobre decoração chegou no wecancookit. Dessa vez o nosso alvo são as canecas. É difícil achar uma pessoa que não tenha uma caneca, certo? O utensílio é simples e muito eficaz. É nele que tomamos o cafézinho, o chocolate quente e até mesmo comemos bolinhos (aqueles feitos especialmente para canecas). Por essa utilidade toda, as canecas tem mais que ser bem decoradas. O legal é que a gente pode encontrar canecas personalizadas, diferentes e poéticas em diversas lojas, desde de 1,99 até aquelas de decoração bem chiques. Como esse post terá continuação, hoje vamos mostrar algumas canecas bem únicas com a temática Nerd, já que semana passada foi comemorado o dia do orgulho nerd. E nada mais grita caneca diferente do que canecas nerds, né? Fiquem aí com alguns exemplos:

Receita #6 – Quase torta de sorvete com brigadeiro

E aí, povo, tudo bem?

Hoje vocês vão ficar felizes, porque teve desastre na cozinha! VISH

Pois é, nossa tão querida torta de sorvete, infelizmente, não deu lá muito certo… Mas é claro que registramos tudo e trouxemos aqui, pelo menos pra vocês entenderem como NÃO fazer uma torta de sorvete!

Podem rir:


Ingredientes

Para a base:

– 2 pacotes de bolacha de maisena
– 2 colheres de sopa de margarina

Para o recheio

– Sorvete do seu sabor preferido (usamos baunilha)
– 2 colheres de sopa de achocolatado
– 1 colher de sopa de margarina
– 1 caixinha de leite condensado

Para a cobertura, derretemos chocolate ao leite

Pois então, né. Mas nem tudo foi choro nessa nossa experiência! Temos que nos aproveitar das coisas ruins para criar coisas boas!
Nessa linha de pensamento otimista aí, fizemos esta espécie de Sundae Crocante Mirabolante (deram 6 porções). E quem provou, achou uma delícia!

Enquanto isso lá no Oriente …

Pois bem, você que tá acostumado a admirar as lindas fotos de comidas poéticas aqui nesse blog, se prepare. O post de hoje vai mostrar algumas iguarias orientais não tão comuns para esses nossos estômagos do Ocidente. Lá vão alguns quitutes vendidos nas feiras de rua lá no oriente:

  Aranha Frita : hmmm, que tal uma arainha frita no espetinho?  Lá no Comboja é muito comum você ver pessoas comprando nos mercados ao ar livre esse aperitivo aí. Não é só no Comboja que o povo come aranha frita não. O bicho também é consumido em diversos lugares da América do Sul, Austrália e África. Nesses casos, o tipo de aranha escolhido é a caranguejeira. Apesar do aspecto peludo e tudo mais, a aranha não é venenosa e seu abdômen é o mais desejado já que é nessa área que possui mais carne.

 

 
  Alevinos vivos: Ok, nem precisa comentar, né? A foto que mostra como é a aparência e a ênfase no VIVO já diz tudo né? O prato é popular na China.

 

 

 

 

 
 Escorpião frito: quando você for comer a tal aranha frita, bora experimentar os tais escorpiões fritos. Também vendidos no espetinho (aparentemente você não consegue comer só um), é muito popular para os estômagos dos chineses. Por ser um bicho venenoso, os orientais escolhem o escorpião preto ( menos venenoso do que o escorpião marrom) e fazem uma preparação pré-fritura para neutralizar o veneno que existe dentro dele. O bicho é cozido em altas temperaturas até ficar no ponto para ser frito.

 

 

 

  Feto de pato: Tá, nem tem muito o que dizer sobre isso né ? Exceto que é muito popular na China, Camboja e Filipinas.

 

 

 

 

 
  Larvas de escaravelho: hmmmmm, quem aqui lembrou do “Hatuna Matata”, do Rei Leão, quando o Timão e o Puma vão mostrar ao Simba as iguarias florestais que existe para ele se deliciar? Pois, eu lembrei! Quando eu era criança eu achava aquelas larvinhas azuis do desenho até que apetitosas mas essas aqui não muito. Elas parecem ser bem recheadas. Ok, vamos parar de imaginar e encerrar o assunto dizendo que elas são consumidas pelo povo da Tailândia.

 

 

 

  Lagarto Seco: Sinceramente, o prato não parece muito delicioso mas o tal do lagarto seco satisfaz vários estômagos lá da Tailândia. Well, cada um gosta do que gosta, né?

 

 

 

 

  Olho de atum: Primeiro, olha que gigante esse olho. Segundo, ele parece ser bem gelatinoso né? Imagine só a sensação de engolir o órgão. Melhor não imaginar né? O tal olho de atum é vendido lá na China e no Japão.

 

 

 

 

 

Para encerrar esse post ficam aí duas fotos de outros pratos peculiares do oriente. O primeiro é o festival de insetos fritos (imagine os vários crunch crunch que não deve dar em sua boca)  e outro, é ratazana (sim, ratazanas!) vendidas nas feiras nas ruas de Pequim.

    

Receita #5 – Omelete de pizza

Enfim, receita nova!

Estão curiosos pra saber no que deu a nossa receita de omelete poético de pizza? Então, sem mais delongas, olhem o processo aí:

Receita

2 ovos
2 colheres de sopa de farinha
Queijo e presunto/mortadela picado
Sal a gosto
Uma pitada de pimenta
Orégano

Olhem isso e digam se dá vontade ou não de comer (pra mim deu, eu estou indo lá fazer outro daqui a pouco):

Gordurosamente delicioso!

P.S. Tivemos uma participação “especial” da minha querida cadelinha no vídeo, como vocês perceberam. A gente não merecia um negócio desse, mas, enfim, alguns cachorros são bem sacanas mesmo!